Inbound Marketing: o que é e como ele potencializa o seu negócio

Inbound Marketing: o que é e como ele potencializa o seu negócio

Tempo de leitura: 6 minutos

A conquista de novos clientes e a retenção dos atuais são dois dos maiores desafios das empresas no atual cenário de negócios, altamente competitivo. Nesse contexto, o inbound marketing pode ser muito útil para potencializar as suas vendas.

E este é o assunto do nosso artigo de hoje. Vamos apresentar os conceitos, estratégias e dicas valiosas de inbound marketing para você aumentar a competitividade do seu negócio, seja ele uma startup ou uma empresa já consolidada.

Então continue com a gente e entenda o que significa e como o inbound marketing pode potencializar os resultados do seu negócio, gerando maior lucratividade e sustentabilidade.

O que é inbound marketing?

O que é inbound marketing?

A princípio, inbound marketing pode ser definido como um conjunto de ações, ferramentas e estratégias criadas para atrair e fidelizar seus clientes, através do marketing de conteúdos personalizados, que agregam ainda mais valor nas entregas para seu público-alvo.

Diferente do marketing tradicional, que é mais agressivo, o inbound marketing pressupõe a utilização de diversos canais digitais para aumentar o interesse de possíveis clientes no seu produto ou serviço. 

Ou seja, de forma resumida, o inbound marketing busca fazer com que os clientes procurem pelo seu negócio e não fazer a sua empresa ir atrás deles.

Nesse sentido, o inbound marketing inclui diversas estratégias para criação de conteúdos de alto valor, direcionados e relevantes para o seu público-alvo.

Assim, com o marketing de conteúdo, o inbound marketing procura gerar ainda mais valor nas entregas feitas para as personas do seu negócio.

De uma forma geral, um plano de inbound marketing inclui:

  • Elaboração de marketing de conteúdo
  • Aplicação de Técnicas SEO (Search Engine Optimization)
  • Atuação em Redes Sociais

Além disso, o planejamento das estratégias para inbound marketing deve considerar as 5 fases do processo de captação de clientes e realização da venda, que é o objetivo final.

Estágios e tipos de inbound marketing

estágios e tipos de inbound marketing
  1. Atração
  2. Conversão
  3. Relacionamento
  4. Venda
  5. Análise

Atrair clientes potenciais

Nesta etapa, é importante contar com ferramentas que potencializam a visualização da sua empresa de forma eficiente para atrair visitantes de acordo com a sua persona. Como por exemplo:

    • Redes Sociais
    • Página na Internet
    • Blog
    • SEO 
    • Marketing de Conteúdo

Dica de Dono para Dono: Produza conteúdos de relevância para cada uma das pessoas do seu negócio. Customize o máximo que puder e direcione as informações de uma forma orgânica, mas sem exageros.

De uma forma geral, o material produzido deve ser de fácil interação, interessante, completo, revelador e, sobretudo, escaneável e otimizado de acordo com as técnicas de SEO.

Converter em clientes (lead)

Após a atração do visitante (cliente potencial), é necessário torná-lo um lead, ou seja, cadastrando-o como um cliente efetivo da sua empresa, que consome seus produtos ou serviços, mesmo que seja de forma gratuita.

Assim, pode-se utilizar as seguintes ferramentas para a criação de leads:

  • E-mail Marketing e nutrição de leads
  • Janelas Pop-ups
  • Formulários
  • Landing Pages
  • Marketing Automatizado
  • Banners
  • Links de cadastro para conteúdo relevantes (e-books, dentre outros)
  •  

Dica de Dono para Dono: Crie mecanismos onde o seu visitante pode fornecer seus dados e aumentar a sua relação com a empresa, como por exemplo acessando um novo link, se cadastrando para baixar um E-Book relevante de autoria da empresa, dentre outros.

Cuidado para não colocar muita coisa e poluir demais a tela, piorando a experiência do cliente durante a visita no seu site ou perfil nas redes sociais. 

Igualmente, monitore o envio de e-mail marketing para que o conteúdo não seja bloqueado e/ou direcionado para o spam!

Relacionar com lead para vender

Depois de converter um contato em lead, é necessário manter um relacionamento com envio de informações relevantes e customizadas, de acordo com o perfil de cada persona. As ferramentas mais comuns nesta etapa são:

  • Ferramentas automatizadas de marketing
  • Fluxo de Nutrição de leads
  • E-mail Marketing

Dica de Dono para Dono: É muito importante criar e manter um relacionamento com seu cliente, pois isto vai fazer com que a imagem da sua empresa esteja sempre na mente dele, potencializando as possibilidades de negócios.

Porém, nesta fase também é preciso tomar cuidado com os excessos no marketing de conteúdo, mesmo que sejam relevantes.

Vender produtos ou serviços

Se o seu time foi capaz de fazer o cliente chegar até aqui, com certeza ele está mais propenso a fazer negócios com você, porém é preciso todos os esforços para efetivar a venda. Você pode utiizar:

  • Pontuação de leads (Leading Score)
  • SLA (Service Level Agreement)
  • Estratégias de Inbound Sale

Dica de Dono para Dono: Defina e explicite exatamente aquilo que sua empresa se propõe a entregar para o cliente, gerenciando as expectativas quanto ao nível de qualidade das entregas de valor do seu negócio.

Além disso, treine e motive seu time de vendedores a trabalhar sempre com foco no cliente e na sua fidelização. Evite vendas “empurradas”.

Analisar o processo desde a captação do lead até a venda

Uma das maiores vantagens de trabalhar com estratégias de inbound marketing é que elas permitem que você as monitore, de forma quantitativa (dados) e qualitativa (feedbacks), durante a jornada do seu cliente com seu negócio e analise seus resultados.

Dessa forma, é possível verificar quais práticas estão funcionando e quais não estão apresentando resultados satisfatórios. 

Para isso, você pode utilizar relatórios de indicadores chave de performance (KPIs), como o ROI, que demonstra o retorno sobre o investimento e o CAC, que é o custo de aquisição do seu cliente. 

Além destes KPIs, você pode considerar medir ainda:

  • LTV (Lifetime Value)
  • Custo do MVP (Minimum Value Product)
  • Taxa de Conversão de leads
  • Ticket Médio
  • Tempo médio da venda
  • Vendas efetivadas
  • Vendas perdidas, dentre outros

Dica de Dono para Dono: Controle a sua ansiedade pela medição dos indicadores de desempenho (KPIs). 

Selecione os principais KPIs de acordo com os objetivos e o estágio do ciclo de vida do negócio. Meça somente aquilo que você pode agir para transformar. Cuidado com a “Paralisia da Medição”!

Acesse nosso blog, confira um conteúdo exclusivo, elaborado de Dono para Dono, como você, e entenda mais como o inbound marketing pode maximizar os resultados da gestão do seu negócio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *