Franquia: descubra tudo sobre o sistema de franchising

Franquia: descubra tudo sobre o sistema de franchising

Tempo de leitura: 5 minutos

Se você é empreendedor, dono de um negócio de sucesso e percebeu que está na hora de crescer e ganhar mais mercado, a franquia pode ser a melhor opção para você!

Com o sistema de franquia, é possível obter escala e crescimento de forma constante e sustentável.

Além disso, a franquia possibilita maior visibilidade da sua marca e valorização do seu ativo!

Então, acompanhe nosso artigo até o final e descubra como transformar a sua empresa em uma franquia rentável e duradoura!

Por que virar uma franquia?

Antes de mais nada, uma das formas mais lucrativas de escalar negócios é investindo na expansão por meio do sistema de franchising, ou seja, criar uma franquia.

Isto porque, a partir do sucesso do modelo de negócio original, a franquia da marca possibilita replicar os processos, produtos e serviços, ampliando a capacidade de produção e distribuição.

Além disso, o modelo de franquia permite que a empresa cresça com investimentos de terceiros, mas mantendo a marca e a concepção inicial do negócio.

Dessa forma, é possível para sua marca alcançar horizontes ainda mais longes e marcar presença em outras cidades, estados e até países. Agregando assim, ainda mais valor para sua companhia.

Mas você sabe como criar uma franquia e obter os melhores resultados?

Confira as principais etapas e processos para criar uma franquia

  1. Criar um modelo de negócio vencedor
  2. Entender o mercado de franchising
  3. Análise de viabilidade de franquia
  4. Pré-formatação
  5. Formatação
  6. Expansão
  7. Monitoramento

1.Criar um modelo de negócio vencedor e uma marca

Em primeiro lugar, é necessário elaborar um modelo de negócio que seja bem sucedido individualmente, tanto na produção e oferta de bens e serviços como, principalmente, no seu modelo de gestão.

Em seguida, você precisa criar uma marca que vai identificar as qualidades e os diferenciais da sua empresa.

Sendo assim, o modelo que já funciona de forma individual poderia ser replicado mais vezes em lojas franqueadas, de diversos lugares. E a marca vai ajudar a divulgar o negócio.

2.Entender o mercado de franchising

Após ter criado um modelo de negócio vencedor e que poder ser replicado, você precisa estudar o mercado das franquias para entender as melhores opções para seu negócio.

Para tal, é fundamental conhecer a Lei de Franquias (nº8955/1994), que dispõe sobre o sistema de franquias no Brasil.

Nela, encontram-se algumas definições importantes que todo franqueador (quem vende a franquia) e franqueado (quem compra a franquia) deveriam saber. Confira:

  • Franqueador: a pessoa jurídica que autoriza terceiros (os franqueados) a fazerem uso restrito de uma marca cujos direitos são próprios e permite a um franqueado implantar, operar e administrar seu próprio negócio.
  • Franqueado: pessoa física ou jurídica que adquire uma franquia.
  • Franquia: pessoa jurídica que participa de determinada rede, utilizando-se do sistema de franquias de um franqueador.
  • Território: área de atuação de uma franquia determinada em contrato firmado entre as partes, com garantia de exclusividade ou preferência do franqueado.
  • Royalties: remuneração do franqueador em contrapartida à cessão e manutenção dos direitos da franquia ao franqueado.
  • Fundo de Propaganda : é um fundo cooperado, administrado pelo franqueador, podendo ter também a participação de franqueados. É constituído especificamente para viabilização de ações de marketing e publicidade da rede.
  • Circular de Oferta de Franquia: documento obrigatório por lei que contém todos os dados e informações necessárias para o candidato a franqueado analisar a oportunidade de investimento em determinada franquia.

3.Análise de viabilidade de franquia

Após conhecer mais sobre o mercado, é importante entender se o negócio está no momento certo para se tornar uma franquia ou não.

Para checar qual é a real situação da empresa, é feita uma análise de viabilidade de franquias, que verifica diversos fatores, como:

  • Faturamento
  • Lucratividade
  • Processos internos
  • Tempo de experiência no mercado
  • Documentação: administrativa, legal, burocrática, tributária, dentre outros.

4.Pré-formatação do modelo

Neste momento, é organizada toda a parte jurídica e estrutural da empresa, garantindo que tudo esteja de acordo com as exigências do mercado.

Também é melhor desenvolvido o conceito da marca, que será replicado em todas as lojas franqueadas e em tudo que envolver a comunicação e o marketing dela no futuro.

Sem dúvida, a marca é um dos ativos mais importantes de uma franquia!

5.Formatação da franquia

A fase da formatação consiste em estudar os métodos e processos atuais de tal forma que seja possível ensiná-los e replicá-los por meio de manuais e treinamentos, que também são desenvolvidos nesta fase.

Nesta hora, também são preparados a COF (Circular de Oferta de Franquia) e o Contrato de Franquia, que servem como base para garantir os direitos e deveres de ambas as partes: franqueador e franqueado.

6.Expansão do negócio

Na etapa de expansão, as primeiras lojas franqueadas começam a ser vendidas aos investidores – os franqueados, por meio de divulgação e prospecção.

Mas atenção! Cuidado para não sair vendendo para qualquer pessoa interessada só para crescer rápido.

O ideal é conhecer mais a fundo o interessado na franquia, afinal é a sua marca que está em jogo!

É importante fazer entrevistas e identificar as pessoas que se enquadram no perfil ideal de franqueados (que é definido na formatação). Somente assim, deve-se partir para a venda.

Outro detalhe super importante que você deve se atentar é a localização do seu negócio.

Você sabia que a localização errada pode fazer com que as unidades não decolem como esperado?

7.Monitoramento das operações

Após realizar as vendas para os franqueados, é preciso dar todo o suporte necessário para que eles comecem a operar a unidade de acordo com os padrões estabelecidos.

Nesse sentido, compete ao franqueador acompanhar os resultados, dificuldades e fiscalizar a conduta deles para garantir que estão operando como esperado.

Conheça mais detalhes sobre franquia e estratégias para escalar seu negócio

Converse com nosso time de especialistas em growth hacking e entenda outras estratégias, além da franquia, para alavancar suas operações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *