Buy side e sell side: entenda os lados de uma operação de M&A

Buy side e sell side: entenda os lados de uma operação de M&A

Tempo de leitura: 6 minutos

Toda operação comercial tem dois lados: o vendedor e o comprador. No caso das transações no mercado financeiro, é comum utilizar a terminologia em inglês: sell side e buy side.

O sell side é o “lado vendedor”, composto por empresas e indivíduos que ofertam títulos, moedas, ações, dentre outros ativos no mercado de capitais.

Do outro lado do sell side está o buy side, que é igualmente representado por pessoas e instituições interessadas em adquirir os produtos e serviços no mercado: o “lado comprador”.

Em resumo:

sell side = vendedor x buy side = comprador!

A terminologia sell side também pode ser aplicada em outras formas de negociação e mercados, como por exemplo na negociação de fusões e aquisições (M&A) de empresas.

Neste contexto, em uma operação de M&A, o sell side é representado pela empresa à venda, ou seja, o alvo da operação de compra do lado comprador, ou buy side.

Entenda mais sobre sell side e buy side nas operações de M&A

Basicamente, os processos de M&A correspondem às operações realizadas entre empresas, onde uma (buy side) compra a outra ou pelo menos duas companhias se juntam e formam uma terceira, inédita.

O que é M&A?

Os processos de Fusão e Aquisição, ou Merge & Acquisition (M&A), em inglês, são bastante similares, porém há particularidades importantes que os diferenciam entre si.

A Aquisição (Acquisition) ocorre quando uma empresa maior, tipicamente chamada de Plataforma, adquire parte ou a totalidade de outra companhia Alvo (sell side).

Assumindo assim, os respectivos deveres e direitos proporcionais. Contudo, não há a obrigatoriedade da criação de uma nova empresa.

Na Fusão (Merge), duas ou mais empresas se juntam para criar uma sociedade nova e ainda maior.

E, nesse caso, há a extinção de CNPJ para a criação de uma nova personalidade jurídica.

Principais teses do M&A com relação ao sell side e buy side

As teses são basicamente os caminhos e as tendências que estão ocorrendo com as empresas de um setor, num determinado segmento de mercado.

Nesse contexto, o buy side é conhecido como plataforma e o sell side como alvo.

Em qual tese do comprador o alvo se encaixa? O alvo possui algum diferencial interessante para a plataforma?

Por exemplo: desenvolve propriedade intelectual relevante, possui relevante base de clientes, possibilitaria a verticalização ou horizontalização dos negócios, consolidação do setor, dentre outras qualidades.

A tese do múltiplo diz respeito ao valor atribuído para a empresa, de acordo com o seu posicionamento no mercado: plataforma ou alvo.

Assim, tanto a plataforma quanto o alvo podem ter seu valor (valuation) arbitrado pelos donos do negócio ou pelos demais participantes daquele mercado.

Geralmente, o múltiplo é um número de vezes do seu EBITDA – Earnings Before Interest, Taxes, Depreciation, and Amortization, ou “Lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização”, em português.

Por exemplo: a empresa Cia, das Bananas tem seu valuation estimado em 10 x EBITDA.

Tipicamente, as plataformas são melhor avaliadas do que os alvos pois, geralmente, quem compra (buy side) os outros vale mais do que quem é comprado (sell side).

Outra questão referente ao múltiplo tem relação com quem está comprando quem.

O mesmo alvo pode ter diferentes avaliações de acordo com quem o está adquirindo, se é um fundo de investimentos ou um player estratégico, por exemplo.

Outra tese de M&A é a consolidação de várias empresas menores sob o guarda chuva de um conglomerado maior para, dessa forma, ganhar mercado e competitividade, através da integração de tecnologia, processos, diversidade de produtos etc.

Principais etapas do processo de M&A

Basicamente, o processo de M&A pode ser executado em 6 etapas principais:

  1. Preparação do negócio
  2. Go to market
  3. Negociação inicial
  4. Diligência
  5. Negociação final
  6. Integração pós-deal

1. Preparação do negócio

O estágio de preparação do negócio é quando se define as características da transação desejada (tese), em relação ao modelo de negócio e se identifica os alvos.

Também é o momento da preparação da parte financeira e documental e quando a primeira estimativa de valuation (avaliação do valor) da empresa “alvo” é realizada.

2. Go to market

Esta é a fase de apresentar a empresa para o mercado, a fim de identificar possíveis interessados na transação.

3. Negociação inicial

A partir da seleção dos clientes potenciais (alvo ou plataforma), as negociações entre o buy side e o sell side podem começar com o principal objetivo de alinhar as expectativas com relação aos valores e aos fluxos de processos da transação.

4. Diligência

Esta etapa é o momento de preparar a empresa e entender os os riscos operacionais, financeiros e legais da operação. Envolve a auditoria, análise e confirmação das informações sobre as empresas participantes do M&A.

5. Negociação final

A negociação final é uma das etapas mais complexas do processo de M&A. Isto porque envolve o fechamento do negócio, com a definição do valuation e da forma como as operações serão conduzidas dali em diante.

6. Integração pós-deal

Após o fechamento do negócio, é preciso comunicar o resultado da transação ao mercado e colaboradores, além de colocar em prática ações estratégicas de integração e sinergia das partes.

Conheça agora as principais vantagens do processo de M&A.

Vantagens do M&A

Nesse sentido, este processo de viabilizar estratégias competitivas para ambas as partes: buy side e sell side, como por exemplo a integração vertical ou horizontal da cadeia de suprimentos, que tem como objetivos principais:

  • Obter maior eficiência nos processos produtivos
  • Acessar novos clientes e canais de distribuição dos produtos e serviços
  • Diminuir custos e aumentar a lucratividade
  • Otimizar gastos com marketing
  • Integrar a cadeia de suprimentos

Entenda como preparar a sua empresa para o M&A: sell side ou buy side?

Nossa equipe de especialistas conta com profunda experiência na condução de processos de M&A em empresas de todos os portes e segmentos de mercado. Agende uma reunião e descubra onde o seu negócio pode se encaixar melhor: sell side ou buy side.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *